Resistor, resistência ou indutor?

Resistor, resistência ou indutor?

Resolvi escrever um post para mostrar de maneira rápida como eliminar a dúvida entre saber se, ao encontrar em uma placa de circuito eletrônico alguns componentes como os mostrados na figura abaixo se é um resistor ou indutor.            

Como você pode notar a foto foi obtida de uma publicação no grupo do facebook amigos da eletrônica do qual sou membro e de vez em quando participo da discursões por lá.

Vi muita gente dando palpites se era resistor ou indutor e por isso, achei que o assunto merecia algumas explicações.

Resistor ou indutor?

Resistor ou indutor?

Todo mundo que se dedica a eletrônica já foi apresentado a estes “componentes cilíndricos com faixas coloridas” e um dia lhes disseram que eram resistores o que, antigamente, era correto, mas hoje em dia, nem sempre.

Aliás, antes de prosseguir com a “polêmica” resistor ou indutor vale aproveitar e falar de outro assunto que também foi objeto de acirrados debates lá no grupo: resistor ou resistência, qual é o certo?

Quem já leu meu e-book Eletrônica para Estudantes, Hobistas & Inventores não deve ter mais dúvida sobre isto, pois está tudo explicado lá no capítulo 3, mas se você não leu (não sabe o que está perdendo) lá vai a explicação.

Nos primórdios da eletrônica aqui no Brasil, que era ensinada nos Cursos de Rádio, não se fazia distinção entre resistor e resistência, ou melhor, só se falava resistência.

Revendo meu acervo digital das revistas Antenna descobri que até março de 1949 eles usavam o termo resistência, mas a partir de abril do mesmo ano passaram a usar resistor e segundo uma nota da própria revista isto foi feito para ficar em conformidade com a nomenclatura adota pela revista estadunidense QTC que era a “bíblia” dos rádio amadores.

Entretanto, fora do âmbito da revista os rádio técnicos e mais tarde os técnico de tv ainda ofereciam “muita resistência” para usar o termo resistor (o trocadilho foi inevitável).

O fato é que o termo resistência, que na verdade é resistência elétrica, deve ser usado quando se quer expressar o fenômeno físico de “dificultar” a passagem da corrente elétrica por um determinado material ou peça a qual será denominada resistor.

Em resumo: resistência (elétrica), que se mede em ohm, é o fenômeno físico associado ao componente elétrico chamado resistor.

Pouco a pouco a nova geração de técnicos de eletrônica foi se habituando a usar o termo resistor, embora o mesmo não tenha ocorrido com os eletricistas.

Até hoje os próprios fabricantes de chuveiros, por exemplo, usam o termo “resistência do chuveiro” e se você for a uma loja de material elétrico e pedir um “resistor para chuveiro” o balconista vai dizer que isso não existe e ainda vai rir da sua cara se tentar argumentar com ele.

É melhor deixar pra lá.

Mas afinal é resistor ou indutor?

O primeiro passo para tentar descobrir se é um resistor ou indutor é ter a mão as tabelas 1 e 2.

Código de cores de indutores de 4 faixas

Código de cores de indutores de 4 faixas

Código de cores de resistores de 5 faixas

Código de cores de resistores de 5 faixas

A correspondência entre as cores e os números é a mesma usada para os resistores e você já deve conhecer.

Entretanto, existem alguns detalhes para se utilizar as tabelas.

A tabela 1 deve ser utilizada para indutores (também chamados choques) com quatro faixas coloridas onde a quarta faixa corresponde a tolerância.

Um detalhe importante é que o valor é sempre expresso me microhenries (µH).

A tabela 2 se usa para indutores com cinco faixas coloridas e indica tratar-se de especificação militar o que é denotado pela primeira faixa sempre prateada e mais larga que as demais.

A leitura do valor da indutância do indutor pode ser dividida em duas situações:

  • Valores menores que 10µH

A cor ouro pode ser usada nas faixas 2 e 3. Neste caso ela indica o ponto decimal enquanto a quarta faixa é usada como dígito e não como fator multiplicativo

Por exemplo, um choque vermelho-ouro-vermelho vale 2.2µH enquanto outro com as cores ouro-vermelho-vermelho vale .22µH

  • Valores de 10µH ou maiores

Neste caso as faixas 2 e 3 representam os números básicos e quarta faixa nos dá o número de zeros

Por exemplo, um choque vermelho-violeta-laranja vale 27000µH ou 27mH.

Como eliminar a dúvida cruel: resistor ou indutor

Suponhamos que o “suspeito” tenha as cores do exempla acima.

Se ele fosse um resistor o seu valor seria 27kΩ.

Meça-o com a escala ôhmica do multímetro digital e se encontrar um valor próximo a 27000 tudo indica que é um resistor porque se fosse um indutor a resistência seria muito menor.

E se fosse um choque de 2.2µH?

Faz-se a mesma coisa. Mede-se a resistência e mesmo dando um valor baixo se ela for diferente de 2.2 significa que deve ser um indutor porque é pouco provável (não impossível) que a resistência ôhmica do indutor dê o mesmo valor de sua indutância.

É importante ter em mente que para valores de baixa resistência é preciso utilizar um multímetro com boa resolução como eu explico no capítulo 4 do meu e-book “Não queime seu multímetro digital”.

Espero que estas dicas ajudem a tirar a dúvida se o “tubinho” com faixas coloridas é um resistor ou indutor.

Deixem seus comentários e suas descobertas, pois sempre serão bem vindas.

Se gostou do post clica nas estrelinhas AQUI EMBAIXO para avaliar.Obrigado.

 

doacao

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Brites

Técnico em eletrônica formado em 1968 pela Escola Técnica de Ciências Eletrônicas, professor de matemática formado pela UFF/CEDERJ com especialização em física. Atualmente aposentado atuando como técnico free lance em restauração de aparelhos antigos, escrevendo e-books e artigos técnicos e dando aula particular de matemática e física.

Website:

20 Comentários

  1. Edel H Coradi

    com meu avô (com quem aprendi) não tinha conversa: era resistência e condensador. Demorei muitos anos pra me acostumar e até hoje às vezes ainda “resisto e condenso” … Boas aulas Professor!!!!!

    • Paulo Brites

      Em espanhol ainda se usa resistência e condensador. Em francês e italiano também
      Nós seguimos os americanos do Norte. Quando eu comecei na Eletrônica também era resistência e condensador, mas pensando uma coisa ´e uma coisa e outra coisa é outra coisa, como dizem por aí.

  2. Rafael costa

    Parabéns sr Paulo brites.
    Me ajudou muito seu artigo, obrigado!

    • Paulo Brites

      Que bom Rafael, fico feliz por ter ajudado.

  3. Geraldo M. S.

    Olá mestre Paulo gostei muito da aula sobre indutância vc é o cara vc é nota 10.

    • Paulo Brites

      Valeu Geraldo.

  4. Renan Nogueira

    Boa noite. Testei um componente em uma placa. Não sei se é resistor ou indutor. Mas a questão é que deu continuidade. Sei que resistor que da continuidade está em.curto. e o indutor? Isso tambem é um verdade?

    • Paulo Brites

      Olá,
      Primeiro resistor raramente entra em curto. O que você chama de “curto”? Muitas vezes temos resistor com valores menores que 1 Ohm de resistência e dependendo do multímetro ele lê como zero. Outra questão é que medir na placa pode gerar leitura errada. Indutores de baixo valor de indutância podem apresentar resistência ôhmica próximo de zero. É preciso mais informação para se chegar a uma conclusão. Tentar descobri qual a função do componente no circuito analisando seu em torno mesmo que não tenhamos o esquema.

  5. Manuel Jacinto

    Gostei do que li, mas a minha dúvida continua, será que me pode esclarecer?
    Não sei se é resistor ou indutor axial, cores: castanho, branco, preto e dourado. Deve estar queimado, não dá leitura.
    Obrigado

    • Paulo Brites

      Caro Manuel Pelas cores parece 1,9 ohms se for resistor Pela função no circuito talvez dê uma dica se é resistor ou indutor Acho estranho o branco Não seria cinza porque 1,9 não é muito comum e sim 1,8 Manda uma foto para contato@ac14008-04537.agiuscloud.net

      • MANUEL JACINTO

        Peço desde já desculpa pelo tempo que passou, só há poucos dias é que vi a sua reposta, vou enviar foto, o meu muito obrigada.

        • Paulo Brites

          Pela foto que você me mandou por e-mail tudo indica ser um resistor de 39 ou 3,9 ohms

  6. adao silva

    professor brites,fui comprador de algumas edicoes de antena eletronica e de alguns livros do senhor por sinal muito bons. hoje revendo um desses livros(algumas ideias para consertar televisores modernos)tive a curiosidade e vim procura-lo na internete com prazer vi que continua trabalhando e ajudando a rapasiada da eletronica fiquei muito feliz. que deus te abencoe com esta disposicao, boa sorte

    • Paulo Brites

      Enquanto estiver vivo continuarei na luta Sugiro que você se inscreva no site e será notificado toda vez que eu colocar um novo post. Hoje deve sair um. Se pude ajude a divulgar o meu trabalho junto aos seus colegas

  7. Francisco

    Continui nos ajudando vc e muito importante para nos técnicos.Deus te abençoe.

    • Paulo Brites

      Valeu Francisco, ajude a divulgar o trabalho
      Abraços

  8. CELSO P.P.

    É BOM LER, SEMPRE SE CONHECE ALGO MAIS. VALEU PROFESSOR !

    • Paulo Brites

      Com certeza temos que aprender sempre

  9. WladWalérius

    Muito bom! Já mandei o link para a turma do TECNET Fórum!!

    • Paulo Brites

      Valeu Wlad Eu fazer isso agora, obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.