Ponteiras do osciloscópio e o ajuste da atenuação

No meu e-book Osciloscópio sem Traumas eu trato das ponteiras do osciloscópio e o ajuste da atenuação pois, é um assunto bastante importante e que muita gente não leva em conta, principalmente nos osciloscópios digitais que apresentam um detalhe a mais como veremos.

Resolvi escrever este post e gravar um vídeo sobre ponteiras do osciloscópio e o ajuste da atenuação em osciloscópios digitais ao me deparar com esta questão quando estava preparando uma aula introdutória sobre filtros passa altas e passa baixas para o Clube Aprenda Eletrônica com Paulo Brites.

Analisando os filtros com o osciloscópio

Em linhas gerais, a ideia é injetar um sinal senoidal na entrada do filtro e monitorar simultaneamente com um osciloscópio de dois canais o sinal aplicado à entrada e o que aparece na saída.

Acompanhe no diagrama em blocos da Fig.1. 

Fig. 1 – Set up para verificar filtro passa altas

                              

Observe que o sinal que sai do gerador vai diretamente à entrada do filtro e ao canal 1 do osciloscópio, ou seja, sem nenhuma atenuação.

Entretanto, a saída do filtro vai ao canal 2 utilizando-se a ponteira com atenuação X10.

Osciloscópio analógico x digital

Se estivermos utilizando um osciloscópio analógico não teremos problema com as ponteiras do osciloscópio e o ajuste da atenuação, bastaria estarmos atentos aos níveis de tensão que apareceriam na tela tendo o cuidado de multiplicar por 10 a tensão apresentada pelo canal 2.

Em se tratando de um osciloscópio digital precisamos ajustar também a atenuação no próprio osciloscópio.

Ocorre que no digital o ajuste da atenuação das ponteiras fica “escondido” numa das opções do menu e se não estivermos atentos a este fato iremos obter resultados errados na tela.

No caso particular da configuração mostrada na fig.1 precisei ajustar a atenuação do canal 1 para “X1”, através do menu, e para “X10” para o canal 2.

Como ajustar a atenuação das ponteiras no osciloscópio digital

Não existe uma regra geral para todos os osciloscópios digitais, a única coisa que posso lhe dizer é que é através de alguma opção do menu.

Você terá que estudar o manual do seu osciloscópio para descobrir como fazer.

No meu caso eu utilizei o ICEL DSO 2072 que também serviu de para as demonstrações apresentadas no e-book Osciloscópio sem Traumas como está explicado no capítulo 4.

Por que não coloquei a atenuação da ponteira em X1?

Você pode estar querendo perguntar, não seria mais simples deixar a ponteira do osciloscópio também em X1 para o canal 2 uma vez que o sinal proveniente do gerador de funções vai direto ao canal 1 sem atenuação?

Neste caso particular não faria muita diferença, entretanto, como eu explico no capítulo 3, sempre que possível devemos utilizar a atenuação X10 porque a largura de banda é maior.

Este texto serviu para ajudá-lo a entender a demonstração que irei fazer no vídeo a seguir.

 

Paulo Brites

Técnico em eletrônica formado em 1968 pela Escola Técnica de Ciências Eletrônicas, professor de matemática formado pela UFF/CEDERJ com especialização em física. Atualmente aposentado atuando como técnico free lance em restauração de aparelhos antigos, escrevendo e-books e artigos técnicos e dando aula particular de matemática e física.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *