search
top
Currently Browsing: Informática

Que venha 2015, pois 2014 nós já nocauteamos!

2015

Esperança (mais…)

Feliz Natal !

Papai Noel 3

Caros leitores

No post de hoje não vou escrever sobre eletrônica nem coisas afins.

Quero apenas desejar Feliz Natal a vocês e agradecer as mais de 50 mil visitas ao site durante o ano que chega ao fim.

Quero desejar também a todos que 2015 possa trazer a todos a paz necessária para continuar nesta batalha incessante que é a vida e conseguir novas realizações.

Dificuldades sempre existiram e sempre existirão, o importante é ter garra para suplantá-las e no fim “correr para o abraço”.

Espero ter inspiração para trazer a vocês uma ideia nova a cada semana que possa lhes ajudar profissionalmente na caminhada.

FELIZ NATAL!

FELIZ 2015!

Estabilizadores de tensão ou seletores de voltagem?

Estabilizadores de tensão ou seletores de voltagem?

Resolvi reescrever sobre a utilidade, ou melhor, a inutilidade dos “estabilizadores de tensão” porque estão sempre me perguntando sobre este assunto e tenho que ficar repetindo a mesma ladainha, assim daqui pra frente basta sugerir a leitura deste artigo aqui no site e estamos conversados. 

Os gnomos e duendes da rede elétrica


Tomada com duendeCertamente meus leitores devem estar achando que eu pirei de vez com este título – “os gnomos e duendes da rede elétrica”.

 

Bem, diz um ditado espanhol – “não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem”.

Vamos esclarecer logo esta história antes que você fique em dúvida se está lendo um artigo do Paulo Brites ou do Paulo Coelho.

A Correção do Fator de Potência (PFC) na eletrônica

Parte II

Na primeira parte deste artigo sobre Correção do Fator de Potência na eletrônica preocupei-me em abordar questões nem sempre bem conhecidas do técnico eletrônico, principalmente, aquele que se dedica a reparação: dentre elas os três “tipos” de potência elétrica, ou seja, a potência real (watt), a potência reativa (volt-ampere reativo) e a potência aparente (volt-ampere).

E, embora meu interesse seja falar do PFC nos equipamentos eletrônicos ou, mais especificamente, nas fontes de alimentação chaveadas, no artigo anterior citei as cargas indutivas como a principal “vilã” da necessidade de se providenciar a correção do fator de potência nas instalações elétricas.

Entretanto, na eletrônica, ou melhor, nas fontes de alimentação, chaveadas ou não, o maior inimigo do fator de potência é a dupla formada por diodo retificador + capacitor de filtro.

A Correção do Fator de Potência (PFC) na eletrônica


Parte I

Cartaz SETEMBRO 2014Todo Eletricista com “E” maiúsculo sabe como é importante efetuar a correção do fator de potência em algumas instalações, ou seja, aquelas onde há um grande número de cargas indutivas.

Entretanto, para a maioria dos técnicos reparadores de aparelhos eletroeletrônicos, o PFC, que é a sigla para Power Factor Correction, ainda é uma novidade. 

Neste artigo que será divido em duas partes irei falar um pouco sobre Correção do Fator de Potência, mais especificamente sob o ponto de vista da eletrônica, ou melhor, das fontes de alimentação incluindo as fontes de PC e, como sempre gosto de fazer, começarei pelos conceitos básicos.

A Internet das Coisas


Internet das coisasA Internet das Coisas é uma expressão que será cada vez mais falada e ouvida daqui pra frente ou, simplesmente, sua sigla em inglês IoT (leia-se “ai ou tí”) que é a tradução literal de Internet of Things.

Depois da Internet, que começou lá pelos anos 60, portanto ainda no século passado e da Wide World Web mais conhecida como “www” e que só chegou ao Brasil para o púbico em geral por volta de 1995, a IoT, com certeza, será (ou é) uma das maiores, senão a maior,  revolução tecnológica deste século e que mudará de forma radical a interação dos humanos com o mundo.

O que fazer quando não encontramos o esquema?

O problema de não encontrarmos o esquema do aparelho que estamos querendo consertar é uma reclamação que vem de longe.

Com a evolução da Internet uma parte deste problema de não encontrarmos o esquema foi sendo superada graças às buscas através do Google, da disponibilidade nos fóruns especializados ou pela “troca de figurinhas” com os colegas de profissão.

Diz o ditado “quem tem amigo não morre pagão” e por isso, nunca é demais lembrar que a “política da boa vizinhança” pode nos ajudar nas “horas difíceis”.

ESR – Você sabe o que é isso?

Comecemos falando de ESR pela sigla Equivalent Serie Resistance, ou melhor, Resistência em Série Equivalente.

Creio que eu fui um dos primeiros no Brasil a começar a tratar deste parâmetro dos capacitores, até então desconhecido por aqui, lá pelos idos de 2002, nos meus artigos no Jornal Ícone, no Boletim Técnico da Áudio & Vídeo Brites e nos cursos que ministrei até 2005.

E Deus disse “façam-se os bits” e assim surgiu a Eletrônica Digital!

Parte VII – As famílias lógicas – conclusão

Não é conta de mentiroso, mas chegamos a parte VII do nosso mini curso de Introdução a Eletrônica Digital.

No post anterior tratei da família TTL e de tudo que foi explicado nele, de forma bem superficial (tem muito mais coisa), mas o que é realmente importante é saber qual a tensão de polarização que se deve utilizar e conhecer os valores das tensões que serão interpretados como níveis lógicos. Estas informações serão de extrema valia na hora da reparação.

« Previous Entries Next Entries »

top