As impressoras e a Internet das Coisas

Você já ouviu falar em Internet das Coisas, também conhecida pela sigla IoT (Internet of Things) ?

Não! Então me diz, em que século você está vivendo, porque certamente não é no século XXI. Para ser otimista eu diria que é no século XIX!

A IoT não é uma coisa nova, até porque quando uma tecnologia começa a chegar ao público, em geral, ela estava sendo “gestada”, pelo menos, há uns dez anos.

Se você quiser passar a viver no século XXI sugiro CLICAR AQUI depois e ler meu post “A Internet das coisas”, mas agora vou falar das impressoras que é o “prato do dia”.

Há uns oito anos aproximadamente eu tive uma hp office jet pro 8600 que tinha a função e-print, mas na época não dei muita atenção ao assunto e a usava via rede wifi para imprimir dos três notebooks aqui de casa.

Depois de uma “hemorragia de tinta” ela foi substituída por um 6830 que também tem a função a e-print, mas eu continuei vivendo no século XX e usando apenas a impressão via wifi.

De uns tempos para cá minha rede wifi e a impressora passaram a ter alguns “problemas emocionais” me obrigando a, quase todo dia, ter que me meter na DR entre elas (DR = Discutir a Relação, como dizem os conselheiros matrimoniais).

Como diz o ditado que “entre briga de marido e mulher não se deve meter a colher” eu resolvi “dar um tempo” no assunto e aí lembrei que já estava na hora de vir para o século XXI e tentar a usar o e-print.

Como funciona o e-print?

Muito simples.

Primeiro é preciso lembrar que o e-print só irá funcionar com os modelos de impressora que têm wifi, é óbvio.

Depois de feita toda a instalação da impressora ela irá ganhar um endereço de e-mail como este xxxxxxxx @hpeprint.com onde o xxxxxx corresponde a sua impressora.

Quando quiser ela imprima alguma coisa é só mandar um arquivo anexado para o “e-mail dela” de onde você estiver, até mesmo de um celular.

E de repente a mágica se fará e a impressora começará a imprimir (dando um susto em quem estiver perto dela!).

Século XXI, Iot, meus amigos!

O que eu não gostei

Embora eu tenha feito as configurações para a que impressora imprimisse no modo econômico (rascunho), somente em preto e frente e verso, nada disso foi respeitado.

Aqui vai uma dica importante que os fabricantes não ensinam.

Se você não precisa imprimir colorido configure a impressora (qualquer marca) para imprimir SOMENTE em preto.

Se você deixar no modo default (padrão) ela irá usar a tinta colorida mesmo que o documento a ser impresso seja apenas em preto.

Ela fará o preto combinando as cores e acabando com seus cartuchos coloridos mais rapidamente.

Será que é por isso que os fabricantes não orientam para mudar o modo de impressão?

Fora este inconveniente, o e-print tem suas vantagens e vale a pena testar.

Por enquanto, estou usando o e-print como uma emergência até descobrir como “reconciliar” a impressora e os notebooks através da rede uma vez que eles ficam distante da impressora o que torna desconfortável colocar os dois “juntinhos” toda hora através do cabo USB.

Por outro lado, se você está fora de casa ou do escritório e precisa mandar imprimir um documento, esta função se torna muito útil.

Só funciona com a HP?

Pelo que descobri, através de um amigo, a Samsung tem algo similar que ela chama de mobile-print.

Acredito que todas impressoras com wifi hoje em dia já possuam uma funcionalidade similar com uma designação própria, é uma questão de pesquisar.

Enfim, se você tinha dúvidas que a IoT já chegou na sua casa acho que agora não tem mais.

Se isto é bom ou não é outro assunto, mas se quiser brigar com a tecnologia quem vai sair perdendo é você.

Portanto, se o “inimigo” é poderoso, alie-se a ele ou vá para século XIX e aproveita para comprar uma máquina de escrever e fazer um “curso de datilografia” como eu fiz em 1958 e hoje eu uso para digitar.

Naquela época quem não tinha curso de datilografia corria o risco de não arranjar emprego!

As impressoras e a Internet das Coisas
5 (100%) 1 vote

Técnico em eletrônica formado em 1968 pela Escola Técnica de Ciências Eletrônicas, professor de matemática formado pela UFF/CEDERJ com especialização em física. Atualmente aposentado atuando como técnico free lance em restauração de aparelhos antigos, escrevendo e-books e artigos técnicos e dando aula particular de matemática e física.

Conheça todos os e-books de

Paulo Brites

Paulo Brites

Técnico em eletrônica formado em 1968 pela Escola Técnica de Ciências Eletrônicas, professor de matemática formado pela UFF/CEDERJ com especialização em física. Atualmente aposentado atuando como técnico free lance em restauração de aparelhos antigos, escrevendo e-books e artigos técnicos e dando aula particular de matemática e física.

Website:

11 Comentários

  1. Armindo Sobreira

    Desconhecia este recurso. Parabéns e obrigado pelas informações !

    • Paulo Brites

      Muito obrigado por participar do blog com seu comentário

  2. luiz marcelo

    Ola, Paulo eu li achei muito interessante ma nao uso esse modo .

    • Paulo Brites

      Pois é eu tb não uso normalmente, mas pode ser útil às vezes

  3. edfranco

    Muito bom artigo, mais uma ferramenta de grande utilidade.

    • Paulo Brites

      Todo dia aprendemos algo novo.

  4. pequeno.gafanhoto

    Interessante! Desconhecia desta função nas impressoras.

    • Paulo Brites

      Ajude a divulgar Abraços

  5. milton neves

    e-print ,aprendi mais uma e ai a impressora vai ter um imail obrigado professor.

      • Paulo Brites

        Valeu Arilsom. Você poderia votar nas estrelinhas amarelas que aparecem no final do post? Isso ajudar a aumentar a divulgação.Obrigado

Fico muito contente quando alguém coloca um comentário, é sinal que leu